Hitler na propaganda antiAIDS





Na Europa todo ano campanhas antiaids são especialmente lançadas para comemorar o dia de combate à doença, 1 de dezembro.

Como tem sido há algum tempo, as campanhas optam por causar impacto, choque.
Este ano, Hitler, Stalin e Saddam Hussein são as estrelas dos cartazes! Há também a propaganda em filme, com Adolf Hitler.

O slogan da campanha?
"A aids é uma matadora de massas"




E aí, o que acharam da propaganda?
abraços!

Comentários

Fabricio disse…
Nat, sensacional a idéia do blog, gostei de tudo mesmo, parabéns, vou me dedicar na divulgação, parabéns!! Beijos!!
Thais disse…
Nossa Natália...realmente o objetivo deles de chocar foi alcançado! Extremamente chocante e faz refletir!!
Adorei seu blog!!
vou passar sempre por aqui!
beijão!
Natália T. disse…
Thais, que bom que veio aki!!!
Interessante né?! Mas tb acho chocante.
E é essa a intenção mesmo. Imagine para os europeus o que significa colcoar o dedo na ferida?!
Aqui no Brasil campanhas antiAIDS almejam a conscientização. Mas o choque é usado nas campanhas de trânsito. Concordam?
bjs
Natália
Profª Thaiza disse…
É verdade! Se o que eles queriam era chocar, com certeza conseguiram!
Como costumo dizer qdo algo me assusta:
"Tô beje!"
o.0
Rsss!!
Parabéns pelo blog, Natália!
E, grata por ter passado no Quimilokos! Sinta-se a vontade em retornar sempre que desejar!
=]
Abraços!!
Não sei pode ser objetiva, para os adultos, mas o que as crianças de 3,4, 5 o que devem pasar quando veem esses cartazes? Será que são totalmente maduros sexualmente para entender, tipo como se trata de propaganda de massa não se escolhe faixa etária. abraços e parabens pelo blog

Postagens mais visitadas