Stalin x Trotsky: e nem havia photoshop...






Em 1924 morreu Lenin, (que aparece discursando a revolucionários na célebre foto ao lado, aliás, retocada para adquirir cor). Lenin era o líder dos bolcheviques e ícone da 


Revolução Russa.


Dá-se início, quando Lenin ainda estava de cama, a uma ferrenha disputa para sucedê-lo no comando da URSS: Stalin x Trotsky


Trotsky contava com admiração de Lenin, que o tomava como seu futuro sucessor. Porém, quando Lenin ainda estava vivo, Stalin já começa sua batalha e não mede esforços para destruir e apagar a imagem de Trotsky. Trotsky, por suas diferenças teóricas com Stálin e outros dirigentes do partido, passa a ser acusado de contra-revolucionário. Além disso, Trotsky não era carismátivo e capaz de angariar simpatia, como fazia habilmente Stalin. Stalin produz jornais falsos e envia a Lenin, que estava de cama, para fingir que tudo corria bem. Após a morte de Lenin, Trotsky - como vários outros membros do PC (Partido Comunista) - é perseguido, preso exilado e executado.



Stalin utiliza-se de censura e da propaganda política para vincular sua imagem como sucessor e continuador do lider Lenin. Várias montagens fotográficas, e de esculturas, são feitas com Lenin e Stalin lado a lado, como se tivessem sido fiéis amigos. A respeito desta foto acima, por exemplo, até hoje há dúvidas se é original ou se foi montagem. O fato é que ela foi muito veiculada por Stalin e serviu de inspiraçao para várias esculturas com este tema.




Por outro lado, todas as fotos em que Trotsky, e outros comunistas que foram perseguidos, aparece ao lado de Lenin, foram alteradas. Literalmente, Stalin se encarregou de apagar Trotsky da história da URSS. E olhem que tudo era obra de grandes artistas e fotógrafos, já que computador e photoshop nem existiam, né minha gente?!!!

Aqui estão algumas fotografias manipuladas e também cartazes de propaganda do governo, nos quais se percebe o empenho de Stalin em construir a imagem de um Estado nacionalista, popular e, acima de tudo, centrado na sua figura como grande líder. A imagem de Stalin torna-se recorrente nos cartazes pós segunda guerra mundial.

Lenin ao centro celebrando o aniversário da Revolução Russa. Na foto a seguir, Trotsky foi apagado.











Stalin retoca sua própria imagem, como se se tratasse de um ícone a ser adorado e não um homem real.










Acima, a primeira foto é de 1924, a outra, retocada, é de 1939, quando da publicação de sua biografia.







Lenin discursando, em 1920. Posteriormente, Trotsky (ao lado do palanque), foi apagado e a escadaria foi retocada, como se nota a seguir:














Finalmente, eis alguns cartazes de propaganda do governo stalinista - muito bem produzidos artisticamente, diga-se de passagem (mas não centrarei nesta análise aqui). O cartaz de 1925 traz a ideia de participação dos soviéticos, com diversos representantes do povo em local público, caminhando rumo ao monumento de Lenin - inspirado naquela foto de 1920, em que o líder discursava para revolucionários. 
A outra imagem, de 1930, traz uma referência à indústria e ao trabalhador urbano, o que vai ao encontro do esforço stalinista para desenvolver este ramo da economia. Há muitas imagens... mas fico por aqui. E agradeço à historiadora (e tenho sorte de ser sua amiga!) Fanny Lopes e Natália Campos, que fizeram interessante pesquisa iconográfica sobre o stalinismo.




Comentários

Anônimo disse…
Bem interessante. :)
Cecy disse…
Já trabalhei algumas dessas imagens com meus alunos. Falava com eles sobre o poder da propaganda.Ficou um trabalho bem legal
Anônimo disse…
Em primeiro lugar, parabens pelo conteúdo, e a abordagem do tema.. Sou academico do segundo de historia na UEM e seu blog foi de grande Valia.. Obrigado!!

Postagens mais visitadas